Customize

Green Brief nº 64-66 em português (31 de Agosto-2 de Setembro – 9-11 Shahrivar)

Discussion in 'Green Brief' started by mahagonny, Sep 5, 2009.

  1. mahagonny Member

    (tradução portuguesa do Green Brief #64-66, por NiteOwl aka Josh Sharyar; o original encontra-se aqui)

    Eu sou o NiteOwl aka Josh Shahryar – twitter.com/iran_translator no twitter. Sou um jornalista e um activista dos direitos humanos e NÃO SOU iraniano. Esta é uma compilação de notícias do Irão que reuni através do twitter e de sites iranianos anunciados no twitter. Lembrem-se, tudo isto provém de tweets. (O meu trabalho é publicado sob licença Creative Commons (CC).)

    Estes são os acontecimentos mais importantes de segunda a quarta-feira 31 de Agosto-2 de Setembro – 9-11 Shahrivar que consigo absolutamente confirmar.


    Manifestações / Protestos / Agitação

    31 de Agosto

    1. Mais de 50 estudantes das várias universidades de Teerão foram chamados para serem interrogados pelo Ministério da Informação. Não há informação ainda sobre o motivo, no entanto há rumores sugerindo que será um aviso para outros estudantes para não se manifestarem no futuro.

    2. Dezenas de apoiantes do Mar Verde juntaram-se em frente à Embaixada Russa em Bruxelas, na Bélgica. Os manifestantes exigiram o fim da tortura no Irão e denunciaram o apoio russo ao regime iraniano.

    1 de Setembro

    3. Dezenas de familiares dos detidos juntaram-se em frente à prisão de Evin, de novo, para quebrarem o jejum. Este encontro tem acontecido quase todos os dias.

    2 de Setembro

    4. Vários líderes reformistas (mas não líderes de topo) vão aparecer em Daruzahra em Teerão durante 10 noites, começando na quinta-feira. Irão participar em sermões e recitações do Corão, juntamente com pessoas comuns de todos os estratos sociais. Irão ser proferidas orações pela libertação de prisioneiros e pelos manifestantes que morreram durante os protestos.

    5. O encontro de ex-parlamentares que era suposto realizar-se nos próximos dias foi cancelado, aparentemente devido a ameaças por parte das forças de segurança.

    6. Apoiantes do Mar Verde estão a planear uma manifestação em Estocolmo a 5 de Setembro. Mais detalhes serão divulgados no próximo Brief.

    7. Familares dos detidos reuniram-se em frente a Evin uma vez mais. Imagens deles quebrando o jejum em frente à prisão: خبر گزاری آزادی - عکس : مراسم امروز افطاری در کنار اوین


    Oposição

    31 de Agosto

    8. Karroubi enviou uma carta formal ao chefe da televisão pública iraniana, Ezatullah Zarghami, pedindo-lhe que autorize a presença do representante de Karroubi durante os debates sobre as provas de violação em centros de detenção. Nos últimos tempos, a televisão pública tem mantido fóruns e divulgado declarações de críticos da opinião de Karroubi sobre este assunto. Na sua carta, Karroubi pediu a Zarghami que lhe conceda a oportunidade de responder aos críticos durante esses fóruns, dizendo que os dois lados da história devem ser contados.

    9. Notícias parcialmente confirmadas sugerem que Seyed Mohammad Khatami não irá participar no encontro de Shabe Qadr, no final do mês, no mausoléu do Imam Khomeini. Tinha sido anteriormente noticiado que Nategh Souri e Khatami iriam ambos participar e discursar. No entanto, a pressão tem aumentado sobre ambos, dado que os media do governo afirmaram que apenas iriam participar para falarem sobre o Movimento Verde. Tem havido rumores de que Nouri também irá cancelar a sua participação.

    10. Notícias sugerem que o filho de Hashemi Rafsanjani, Mehdi Hashemi, saiu do Irão e foi para o Reino Unido. Vários dos reformistas que estão a ser julgados acusaram, nas suas confissões forçadas, Mehdi Hashemi de vários crimes, incluindo dizer ao editor do jornal Jamhooriyat para escrever artigos a atacar os primeiros quatro anos de Ahmadinejad no poder.

    1 de Setembro

    11. Mir Hossein Mousavi encontrou-se com um dos seus principais gestores de campanha, Hamzeh Ghalebi, que foi recentemente libertado da prisão.

    12. Mehdi Karroubi disse que uma das vítimas de violação desapareceu depois de ele dizer à família para contactar as autoridades acerca do que tinha sucedido. Culpou Saeed Mortazavi pelo desaparecimento e disse que se algo acontecer à vítima, seria o trabalho de Mortazavi. Também elogiou a decisão de Larijani de formar um comité de 3 membros para investigar os crimes cometidos durante a violência pós-eleitoral. Disse ainda que era um passo positivo para reconstruir a confiança das pessoas.

    2 de Setembro

    13. O Caminho Verde da Esperança irá em breve declarar a sua existência. O anúncio oficial poderá surgir dentro de dias. Por motivos práticos, o movimento será conhecido como Rasa – o acrónimo do nome do movimento em Persa.

    14. Mehdi Karroubi enviou uma carta oficial ao Grande Ayatollah Montazeri, agradecendo-lhe o seu apoio. Na carta, Karroubi mostra humildemente a sua gratidão pelo apoio de Montazeri no conturbado período pós-eleitoral, e as suas várias rejeições de ataques por parte dos media, outras organizações e pessoas contra Karroubi.

    15. O Ayatollah Makarem Shirazi declarou hoje que dado que Khamenei deu ordens para investigar os crimes cometidos durante a agitação pós-eleitoral, investigações sobre o sucedido em Kahrizak e na residência universitária da universidade de Teerão deveriam começar assim que possível. Acrescentou que os responsáveis por esses crimes têm que ser julgados para que a confiança das pessoas seja restaurada.

    16. Mais de duzentos estudantes e professores universitários reformistas publicaram uma carta aberta apelando à libertação de Mohammad Reza Jaleiepour.


    Governo / Internacional

    31 de Agosto

    17. O representante de Khamenei nos Guardas da Revolução, Mojtaba Zonnouri, atacou líderes reformistas, dizendo que alguns deles tinham pedido dinheiro a reis e sheikhs árabes. Acrescentou que os que tinham provocado as pessoas a irem para a rua e tomarem parte nos protestos eram igualmente responsáveis pelo sangue derramado durante os tumultos.

    18.Surgiram notícias de que Saeed Mortazavi – o carniceiro de Evin – foi proposto para ser o conselheiro principal de Khamenei para os direitos humanos, mas que esta proposta tinha-se deparado com críticas e tinha sido posta de lado.

    19. Notícias indicam que Sadegh Larijani, o chefe do Poder Judicial iraniano, afirmou que alguns detidos precisam de ser libertados rapidamente. Não é claro se ou quando tal irá acontecer.

    20. O ex-candidato Mohsen Reza’ie tem sido falado como substituto do actual líder da televisão pública iraniana. Não foi possível obter uma confirmação cabal disto.

    1 de Setembro

    21. Em resposta às alegações do Comandante dos Guardas da Revolução, Jafari, em como das 29 pessoas mortas durante os protestos, 20 eram Basijis, o deputado reformista Nasrullah Torabi perguntou por que motivo os nomes desses Basijis não tinham sido divulgados e por que motivo apenas tinha havido um Basiji cujo funeral tinha sido anunciado oficialmente. Acusou Jafari e outros de encontrarem forma de se descartarem de responsabilidades antes de os crimes cometidos nos passados meses serem cabalmente investigados.

    22. Mahmoud Ahmadinejad ordenou a substituição de 40 embaixadores iranianos. Notícias confirmadas sugerem que os embaixadores foram retirados dos seus postos pelo seu apoio ao movimento verde. As notícias indicam também que dezenas mais serão substituídos depois do fim do mandato por pessoas que tenham demonstrado a sua lealdade para com Ahmadinejad.

    23. Ali Saeedi, um representante de Khamenei nos Guardas da Revolução, agradeceu aos responsáveis por obter as confissões de Saeed Hajjarian e de outros reformistas. Elogiou também as suas preciosas acções, que resultaram em confissões rápidas.

    24. Ali Jafari, Comandante dos Guardas da Revolução, acusou os reformistas de causarem directamente a violência pós-eleitoral. Acrescentou que o objectivo dos líderes reformistas era o enfraquecimento do Líder Supremo. Jafari acusou Khatami, o Ayatollah Mousavi Khoyeni (sem relação com Mir Hossein Mousavi), Mehdi Hashemi (o filho de Rafsanjani), Abtahi, Tajzadeh e Atrianfar de tomarem directamente partido nas eleições, com o único objectivo de removerem Khamenei do poder, citando confissões não divulgadas de detidos como fonte da sua informação.
    A Associação dos Clérigos Combatentes, de que Khatami é membro, rejeitou prontamente as acusações de Jafari e apelidou-as de mentira.

    25. O Presidente francês, Nicolas Sarkozy, elogiou e mostrou admiração pelo Mar Verde durante uma viagem à Alemanha. Acrescentou ainda que o povo iraniano merece uma liderança melhor que a actual.

    (continua abaixo)
  2. mahagonny Member

    Green Brief nº 64-66 em português (31 de Agosto-2 de Setembro – 9-11 Shahrivar)-cont.

    (continuação)

    2 de Setembro

    26. Durante a cerimónia de tomada de posse do novo Procurador Geral do Irão, Saeed Mortazavi disse que enquanto era Procurador-Geral de Teerão a sua organização tinha a brilhante reputação de abafar quer os protestos de 1999 quer a actual agitação. Pela sua brutal supressão de manifestantes pacíficos, Mortazavi recebeu a alcunha de “carniceiro de Evin” por parte de jornalistas e activistas dos direitos humanos.

    27. O Ayatollah Mesbah Yazdi criticou todos os que chamaram ditador a Khamenei. Durante um encontro em Hamadan, Yazdi disse que todos os que se oponham ao Supremo Líder e considerem que qualquer outra fonte de poder é mais alta que ele estão a cometer idolatria, pois o Líder Supremo do Irão é considerado o representante de Deus.

    28. Surgiram notícias de que o Presidente Barack Obama enviou recentemente uma carta à liderança iraniana. Nem a data nem os conteúdos da carta foram tornados públicos. Não foi possível até ao momento confirmar se a carta foi ou não enviada.

    29. O Presidente venezuelano Hugo Chávez irá chegar a Teerão no sábado para uma visita oficial, de acordo com os media iranianos.


    Detenções / Libertações / Mortes / Tortura

    31 de Agosto

    30. Hasan Bayadi, o vice-presidente do conselho da cidade de Teerão, anunciou que os túmulos anónimos em Beheshte Zahra contêm corpos enterrados após ordens dos tribunais e depois de certificação por parte de um médico legista. Disse não se tratar de nada de novo e que centenas de pessoas que não era possível identificar eram enterradas todos os anos. Disse ainda que o Conselho tinha nomeado duas pessoas para investigar as alegações de que 40 campas anónimas em Beheshte Zahra pertenciam a manifestantes mortos e enterrados sem que as famílias tenham sido informadas.

    31. Um relatório de uma comissão médico-legal concluiu que Mohsen Rohulamini morreu de facto sob tortura e que não tinha contraído meningite, conforme tinha sido anunciado previamente como causa da sua morte. O relatório sugere que Mohsen estava sob pressão, mantido em condições de insalubridade e tinha sido espancado violentamente.

    32. Notícias não confirmadas sugerem que duas pessoas próximas do filho de Rafsanjani, Mehdi Hashemi, e da sua filha, Fatemeh Hashemi, foram presas sob suspeita de subversão. Não foi ainda possível obter confirmação. Apenas os seus apelidos são mencionados como sendo Dawaie e Rajabi.

    33. Saleh Nikbakht, advogado do ex-vice-ministro da economia, Mohsen Safayi-Farahani, declarou que o tratamento de Farahani durante os seus primeiros 18 dias de detenção tinha sido tão horrendo que não suportava sequer discutir o que tinha sucedido. Acrescentou depois que as condições tinham melhorado depois desses 18 dias.

    34. Notícias sugerem que Naseh Fareedi, membro do comité de defesa de prisioneiros políticos, foi libertado após 78 dias de detenção.

    35. O Hojjatoleslam Mohammad Zabihi e o Dr. Abdurrahim Soleimani, ambos eminentes clérigos em Qom e apoiantes de Mousavi, foram libertados após semanas de detenção.

    36. Surgiram notícias de que foram mostradas falsas filmagens a prisioneiros polítios, sugerindo que Mousavi e Karroubi tinham sido detidos, para os quebrar animicamente e pressionar a fazer falsas confissões.

    1 de Setembro

    37. Dariush Qanbari, porta-voz da Facção do Imam no parlamento, a maior parte dos quais são reformistas, disse que os que cometeram crimes em Kahrizak têm que ser julgados publicamente. Disse também que é necessário concluir se tinham ordens de autoridades superiores ou se tinham violado os direitos dos detidos sem tais ordens.

    38. Sete convertidos cristãos do norte de Teerão que foram detidos há um mês estão ainda sob detenção. Foram presos junto com 18 outros for forças de segurança e agentes à paisana, no entanto esses 18 foram libertados sem terem sido interrogados.

    39. Abtahi foi autorizados a quebrar o jejum em casa com a sua família por uma noite, e foi depois de novo levado para a prisão. Imagem: http://bit.ly/4EhGUz

    40. O gabinete do médico legista de Teerão enviou um relatório ao Poder Judicial sobre as circunstâncias que levaram à morte de Mohammad Kamrani. Apesar de não ter sido divulgado o conteúdo do relatório, foi confirmado pela família de Kamrani e outras fontes que ele tinha morrido no Hospital Logman como resultado de lesões sofridas sob tortura em Kahrizak.

    41. Khamenei está agora aparentemente a tentar comprar o silêncio das vítimas de tortura em Kahrizak. De acordo com algumas famílias, o gabinente de Khamenei pediu a alguns deles a comparecerem para reuniões. Foram entrevistados e enviados para casa. Após alguns dias, foi pedido a algumas famílias cujos membros tinham sido torturados mais severamente que outros que voltassem ao gabinete de Khamenei, onde lhes deram dinheiro com a indicação de ser “a conciliação do Líder Supremo”. Também lhes disseram indirectamente para não falarem da tortura nem darem entrevistas.

    2 de Setembro

    42. O gabinente do médico legista em Teerão negou acusações feitas pelo vice-líder do conselho da cidade de Teerão em como tinha emitido certidões de nascimento pelos corpos anónimos enterrados na secção 302 de Beheshte Zahra.

    43. Notícias fidedignas sugerem que o Ministro da Informação iraniano constituiu uma equipa para descobrir o autor das fugas de informação sobre as vítimas anónimas enterradas em Beheshte Zahra.

    44. O Sayed Alireza Beheshti, membro de uma comissão reformista que investiga as mortes, detenções e tortura na sequência das eleições, disse hoje que recebeu notícias da morte de mais 3 vítimas. Têm agora a certeza de que pelo menos 72 pessoas morreram durante os protestos. Negou a acusação do Comandante dos Guardas da Revolução Jafari de que 20 Basijis tinham morrido durante a agitação e apenas 9 civis.

    45. Outra vítima, sem relação com a lista de nomes que Beheshti menciona, apareceu como vítima da violência. Mahmoud Rajesy Najafi, residente de Teerão, foi espancado com cassetetes quando regressava a casa após o trabalho, perto da Praça Azadi, apenas 3 dias depois das eleições. Morreu mais tarde devido às lesões que sofreu. Isto só pode ser confirmado parcialmente até agora.

    46. Pelo menos cinco estudantes universitários da Universidade Ferdowsi, em Mashhad, foram presos e transportados para um local desconhecudo. Todos eram membros da campanha de Karroubi.

    47. O activista dos direitos humanos Rasool Badaqi foi preso. As forças de segurança revistaram a sua casa e confiscaram muitos dos seus pertences, incluindo os seus escritos.

    48. A detenção do jornalista Isa Saharkhiz foi alargada por mais dois meses. Passou já dois meses na prisão.

    49. Ali Ehsani, um baha’i de Semnan que foi preso sob acusações de subversão este ano, foi condenado a dois anos de prisão.


    Media

    1 de Setembro

    50. O site Raja News publicou um artigo criticando severamente o Grande Ayatollah Sane’ie, dizendo que era um narcisista megalomaníaco e que personificava o versículo corânico sobre a queda na armadilha satânica do egotismo.


    Vários

    31 de Agosto

    51. Fotos: Green Iftar in Qom عکس‏های از یک سفره سبز افطار در قم

    2 de Setembro

    52. Um manifestante esgueira-se numa emissão ao vivo da televisão pública iraniana: آرمان: فيلم/ نشان دادن علامت پیروزی در برنامهٔ زندهٔ تلویزیونی سيماي كودتاي ايران


    Protestos Internacionais / Eventos / Avisos / Esforços

    53. Uma petição para ser assinada e enviada a embaixadores, para além dos seus contactos: UN Email

    54. LEIAM ISTO PARA A VOSSA SEGURANÇA: Safeguard Your Personal Info and Your Finances! - Why We Protest - IRAN

    55. Para uma lista não oficial de manifestações a realizar-se nos Estados Unidos: Protesting for Iran until they don't have to

    56. Para uma lista dos protestos que estão a ser planeados na Alemanha, por favor visitem este link: Julia's Blog: Protests and rallies in Germany (subject to change w/o notice)

    57. Um site assertivo para ajudar Verdes traumatizados: Healing the Green Soul

    (Se vocês, os vossos amigos ou a vossa organização realizarem eventos, manifestações ou qualquer outra coisa relacionada com as eleições iranianas internacionalmente, por favor enviem-me um email com pormenores e dar-vos-ei cobertura. (Só vos custará 10 milhões de dólares!) O meu email é: dbosca@gmail.com)


    A quem quer ajudar

    - Informação sobre a republicação do Green Brief: For Bloggers, News Sites and Forum who want to republish the Green Brief Plesae Read! - Why We Protest - IRAN

    - Informação sobre o Tor: http://torir.org

    - Esta página contém uma lista de mirrors externos para o GB, tal como várias informações sobre o GB. Links para traduções também são encorajados: Category:Green Brief - Anonymous Intelligence Collective

    - Uma lista de todos os Green Briefs: The Green Briefs

    - Um agradecimento caloroso a Sahar Joon e S joon pela ajuda com a revisão e dicas valiosas. Também um MUITO OBRIGADO a todos os tradutores que têm passado o seu tempo precioso a fazer chegar isto a tantas pessoas quanto possível.

Share This Page

Customize Theme Colors

Close

Choose a color via Color picker or click the predefined style names!

Primary Color :

Secondary Color :
Predefined Skins