Customize

Green Brief nº 54 em português (14 de Agosto - 23 Mordad)

Discussion in 'Green Brief' started by mahagonny, Aug 17, 2009.

  1. mahagonny Member

    (tradução portuguesa do Green Brief #54, por NiteOwl aka Josh Sharyar; o original encontra-se aqui)

    Eu sou o NiteOwl aka Josh Shahryar – twitter.com/iran_translator no twitter. Sou um jornalista e um activista dos direitos humanos e NÃO SOU iraniano. Esta é uma compilação de notícias do Irão que reuni através do twitter e de sites iranianos anunciados no twitter. Lembrem-se, tudo isto provém de tweets. (O meu trabalho é publicado sob licença Creative Commons (CC).)

    Estes são os acontecimentos mais importantes de sexta-feira 14 de Agosto – 23 Mordad que consigo absolutamente confirmar.


    Manifestações / Protestos / Agitação

    1. Tem sido noticiado que durante as orações de sexta-feira muitos Basijis falaram abertamente acerca de atacarem as instalações do jornal Etemaade Melli. Também houve notícias de que folhetos estavam a ser distribuídos pedindo às pessoas que atacassem as instalações do jornal Etemaade Melli no sábado. Este facto não pôde ser cabalmente confirmado.

    2. Em resposta a um possível ataque dos Basiji às instalações do jornal Etemaade Melli no sábado e aos confrontos previstos, Karroubi pediu aos manifestantes que estivessem a pensar em reunir-se em frente ao Etemaade Melli no sábado que não o fizessem – de acordo com o site iraniano Aftaab. Em lugar disso, Karroubi pediu-lhes que se reunissem pacificamente em frente ao jornal na segunda-feira, altura em que ele se lhes juntaria. Não foi possível obter uma confirmação total até ao momento mas a fonte parece legítima.

    3. Durante as orações de sexta-feira, as forças de segurança inspeccionaram atentamente as pessoas para ver se tinham algum símbolo verde. Questionaram todos os que os tinham. Também na sexta-feira, jovens foram parados por toda a cidade e questionados sobre para onde iam e porquê.

    4. Notícias não confirmadas sugerem que o Conselho Superior da Revolução Cultural no Irão está a planear fechar universidades por todo o país, para impedir que os estudantes universitários se manifestem. Estudantes universitários – sobretudo os que vivem em residências estudantis – têm sido muito activos nos protestos e esta acção pode mantê-los nas províncias de onde são oriundos e ter impacto no número de manifestantes.

    5. Notícias parcialmente confirmadas sugerem que o Yahoo messenger foi desbloqueado no Irão após dois meses.


    Manifestações e protestos internacionais / Eventos

    6. LEIAM ISTO PARA A VOSSA SEGURANÇA: Safeguard Your Personal Info and Your Finances! - Why We Protest - IRAN (em inglês)

    7. Uma organização alemã, Deutsch-Iranischer Verein Flensburg, está a organizar as mães da cidade de Flensburg, na Alemanha, para se juntarem nos parques da cidade todos os sábados das 15h às 16h. Isto tem sido feito com as Mães em Luto de Teerão que têm feito o mesmo todas as semanas.

    8. Para uma lista não oficial de manifestações a realizar-se nos Estados Unidos (em inglês): Protesting for Iran until they don't have to

    9. Para uma lista dos protestos que estão a ser planeados na Alemanha, por favor visitem este link: Julia's Blog: Protests and rallies in Germany (subject to change w/o notice) (inglês e alemão) (Cortesia de @jkshalamani)

    10. Um site assertivo para ajudar Verdes traumatizados: Healing the Green Soul

    (Se vocês, os vossos amigos ou a vossa organização realizarem eventos, manifestações ou qualquer outra coisa relacionada com as eleições iranianas internacionalmente, por favor enviem-me um email com pormenores e dar-vos-ei cobertura. (Só vos custará 10 milhões de dólares!) O meu email é: dbosca@gmail.com


    Oposição

    11. Reportagem do Tehran Bureau: Ali Akbar Hashemi-Rafsanjani, líder da Assembleia de Peritos do Irão, encontrou-se com o poderoso líder do Conselho Superior Islâmico, Sayyed Abdul Aziz al-Hakim, que está a ser tratado a um cancro em Teerão. Uma fonte próxima de Rafsanjani revelou que o clérigo iraniano tinha visitado Hakim na sua residência no norte de Teerão. Durante o encontro, Rafsanjani enfatizou a importância da unidade entre os iraquianos e a formação de um governo de coligação no Iraque. Abdul Aziz al-Hakim tem recebido tratamento em Teerão no último ano.

    12. O Eng. Torabi – um deputado reformista – criticou o governo e o parlamento abertamente na sessão de 9 de Agosto. Contudo, o video disto só nos chegou hoje. Nele, Torabi critica o parlamento pela sua inacção em face dos protestos e o silêncio sobre as atrocidades cometidas contra o povo. Também criticou o governo pelo que ele chama de questões por responder acerca das mortes e detenções. Torabi continua a fazer perguntas acutilantes ao governo ao longo do seu discurso de sete minutos e apelida o que está a suceder no Irão de injusto. Aqui está o link (farsi):

    13. Isto não é novidade, mas está relacionado com notícias anteriores que não tinha conseguido cobrir.

    A mais recente entrevista de Karroubi em inglês (cortesia do site Enduring America): Text: Latest Karroubi Statement on Detainees, Rafsanjani, and Larijani (13 August) | Enduring America

    A carta de Karroubi a Rafsanjani sobre a violação de detidos:

    Em inglês: Khordaad 88 � Blog Archive � A Letter from Karoubi to Rafsanjani
    em alemão: slkrf


    Governo / Internacional

    14. Ahmad Khatami, no seu sermão de sexta-feira, apelidou o conteúdo da carta de Karroubi de “mentiras” e disse que era motivo de júbilo nos Estados Unidos, Israel e outros países estrangeiros. Disse que Karroubi tinha difamado o governo iraniano e jogado com a sua [do governo] reputação.
    Khatami elogiou os julgamentos que estão a ser realizados pelo Poder Judicial e pediu que este se mantivesse firme contra intervenções do estrangeiro nos assuntos do Irão. Culpou uma vez mais o Reino Unido e outros países, dizendo que as suas embaixadas tinham estado envolvidas na agitação. Usou também o sermão para dizer que estrangeiros estavam a usar sites na internet para espalhar mentiras sobre o regime islâmico.
    Também se queixou do menor número de pessoas a participar nas orações!

    15. Por todo o país, tem sido noticiado que muitos outros líderes das orações de sexta-feira criticaram Karroubi. Aqui está uma sinopse de várias cidades.

    - Em Mashhad, o Imam das orações de sexta-feira, Ayatollah Ahmad Elmolhoda, disse que pessoas que jogam com a reputação do regime islâmico são “soldados do inimigo”. Acrescentou que não era justo uma pessoa comparar uma prisão iraniana a Abu Ghraib. Acrescentou que o Poder Judicial devia pedir a esta pessoa para apresentar provas, de contrário deveria ser processada porque teria usado tácticas de assassínio de carácter contra agentes governamentais e seria um terrorista.

    - Em Isfahan, Mohammad Taqi disse que aqueles que tinham ignorado os votos de 40 milhões de pessoas e tinham criado agitação deviam ser julgados. Acrescentou ainda que alguém que passou 40 anos no seio da Revolução Islâmica estava a dizer coisas que estavam claramente a prejudicar a reputação da Revolução Islâmica e o Imam Khomeini – uma indicação clara de que se estava a referir a Karroubi.

    - Sayed Mohammad Hossein Saeedi – o Imam das orações de sexta-feira em Qom – ao referir-se às alegações de violações nos centros de detenção iranianos, disse que o povo queria que o Procurador-Geral prendesse a pessoa que estava a espalhar estas alegações e a julgasse. Disse que tal difamação era prejudicial para o regime e que o povo, no mínimo, queria que esta pessoa enfrentasse as consequências do seu crime.

    16. Ali Larejani negou as alegações de Karroubi de que o comité parlamentar para investigar as condições dos detidos tinha apelidado os casos de violação em centros de detenção iranianos falsos apressadamente. Disse que Karroubi era aquele que apressadamente tinha ido em frente com as suas alegações, sem antes contactar o comité e mostrar as suas provas. Acrescentou que o comité já tinha investigado as mesmas alegações, uma vez que elas tinham sido publicadas em vários sites, e não tinha encontrado nada durante as suas investigações.

    (continua abaixo)
  2. mahagonny Member

    (continuação)

    17. Yadullah Javani – o director do ramo político dos Guardas da Revolução – disse que Mousavi devia ser trazido a tribunal. Acrescentou que havia informações que sugeriam que reformistas estavam a planear tomar o poder a todo o custo – quer fosse forçando uma presença no governo de novo ou obtendo ajuda de países estrangeiros para derrubar o regime.

    18. Foi noticiado que o Conselho de Segurança Nacional do Irão recebeu a sugestão de que Mir Hossein Mousavi e outros dez importantes reformistas sejam presos para parar com os protestos. De acordo com notícias, para além de Mousavi, a lista inclui os nomes de Ali Akbar Mohtashamipour, Mahdi Karroubi, Mohsen Alveri, Reza Khatami, um dos filhos de Hashemi Rafsanjani e outros. Khatami estava ausente da lista por medo de uma reacção internacional extremada devido à sua fama no mundo exterior como um líder reformista.

    Apesar de a sugestão ter o apoio de Mahmoud Ahmadinejad, membros do Conselho insistiram que isto iria prejudical seriamente o regime. A sugestão acabou por ser rejeitada por Khamenei, que disse aparentemente que a detenção de Mousavi poderia derrubar o regime. Estas notícias não puderam ser totalmente confirmadas.

    19. O representante de Khamenei nas forces basij, Ali Mohammadi, disse hoje que era o dever das forças destruir os pensamentos seculares e planos do inimigo – numa referência clara a que o regime não ia ceder a iniciar reformas. Condenou os “inimigos” do regime pelo que apelidou de as suas contínuas tentativas de derrubar o regime e disse que os basij eram uma barreira eficaz contra tais planos.


    Detenções / Libertações / Mortes

    20. Um deputado reformista que pretence à facção do Caminho do Imam alegou que o homem responsável por Kahrizak era Hossein Fedaie, um parlamentar de Teerão e o líder do Conselho dos Sacrificadores (Jamiyat Eesargaran). Acrescentou também que até agora o comité para avaliar as condições dos detidos recebeu dois documentos escritos detalhando dois tipos específicos de tortura – o primeiro é manter os detidos nus e o segundo é não os deixar deslocar-se à casa de banho. Acrescentou que investigações adicionais estavam a ser efectuadas em Kahrizak.

    21. A BBC Persian entrevista um detido que tinha sido torturado (persa): YouTube - ‫گفتگوی بی بی سی با یکی از شکنجه شدگان بازداشتگاه کهریزک‬‎


    22. Morteza Alveri – um reformista ligado ao Movimento Verde – declarou hoje que se as pessoas responsáveis por manter registos no Cemitério Beheshte Zahra cooperassem, poderiam preparar uma lista completa de pessoas que tinham tido mortes violentas durante os protestos. Alveri pediu ao parlamento para ordenar os responsáveis que cooperassem com eles para que pudessem elaborar a lista.

    23. O Embaixador francês em Teerão encontrou-se hoje com a cidadã francesa detida, Clotilde Reiss. Reiss está a ser julgada por acusações de espionagem.

    24. O estudante iraniano-americano Esha Momeni foi libertado da prisaão depois de uma detenção de dez meses e voou de volta a Los Angeles.

    25. Um deputado contou ao Rooz Online, “Durante a visita do comité especial do Majlis à prisão de Evin, alguns prisioneiros falaram abertamente de abusos sexuais; mesmo que não tenham especificamente usado a palavra “violação” e apenas tenham falado de abuso sexual.”


    Media

    26. O jornal Etemaade Melli pediu ao governo provincial para lhes garantir segurança no caso de serem atacados por causa da posição de Karroubi em relação à violação de detidos.

    27. O jornal conservador Jomshoori Islami (República Islâmica) criticou as declarações de Mesbah Yazdi ontem, as quais equivaliam a obediência ao presidente à obediência a Deus. O jornal apelidou tais comentários de “deificação de agentes governamentais”.


    Vários

    28. Nódoa verde em Rasht: http://bit.ly/CqEbt

    29. A cantora nascida no Irão Laleh mostra a sua pulseira verde durante um concerto na Suécia: Bilder från Laleh, Götaplatsen / Göteborgs Kulturkalas (Göteborg) - ROCKFOTO.NU

    30. Em resposta ao lançamento pelo governo de um selo comemorativo da selecção de Ahmadinejad, os Verdes lançaram o seu próprio selo: onlymehdi, RT THE REAL ELECTION STAMP #iranelection


    A quem quer ajudar

    - Informação sobre a republicação do Green Brief (em inglês): For Bloggers, News Sites and Forum who want to republish the Green Brief Plesae Read! - Why We Protest - IRAN

    - Informação sobre o Tor: Tor Browser Bundle

    - Discussões/anotações: http://aic.openmsl.net/wiki/index.php/Green_Brief_54;[/URL] criem se não existir

    - Uma lista de todos os Green Briefs: The Green Briefs

    - Um agradecimento caloroso a Sahar Joon e S joon pela ajuda com a revisão e dicas valiosas. Também um MUITO OBRIGADO a todos os tradutores que têm passado o seu tempo precioso a fazer chegar isto a tantas pessoas quanto possível.

Share This Page

Customize Theme Colors

Close

Choose a color via Color picker or click the predefined style names!

Primary Color :

Secondary Color :
Predefined Skins